Teatro Nacional São João de portas abertas aos turistas
Cerca de três mil pessoas já visitaram a mais emblemática sala de teatro do norte de Portugal. Visitas guiadas decorrem de terça-feira a sábado.


2016.11.28

O Teatro Nacional São João (TNSJ) continua a promover visitas guiadas que permitem conhecer os bastidores da sala emblemática da cidade do Porto. Na atividade que junta Teatro, Arquitetura e História, as visitas são conduzidas por especialistas destas áreas, que dão a conhecer as diferentes etapas do edifício histórico e as lendas a ele associadas. Esta é também uma excelente oportunidade para ter acesso à sala de espetáculos, por onde já passaram os maiores vultos do teatro português, e aos bastidores – a sala de ensaios, os camarins dos atores e as zonas técnicas.

Desde 2015 – quando foram lançadas as visitas guiadas – o TNSJ já recebeu cerca de três mil visitantes. As visitas guiadas realizam-se em português e com tradução em inglês, francês e espanhol, e decorrem de terça a sábado, às 12h30, sem necessidade de marcação prévia. O preço da visita é de 5 euros por pessoa, sendo gratuita para crianças até aos 10 anos e grupos escolares.

Além das visitas guiadas, o Teatro Nacional São João tem também apostado na legendagem em inglês de grande parte dos espetáculos em cena, permitindo que a sua oferta cultural esteja acessível ao crescente número de turistas que visitam a cidade do Porto. O TNSJ tem ainda uma parceria com a Fundação Serralves e Casa da Música que permitem uma visita conjunta aos três espaços culturais portugueses por 14,50 euros.

Teatro Nacional São João: Mais de 200 anos de história
O primeiro Teatro São João deve o seu nome ao príncipe regente D. João, mais tarde D. João VI, embora tenha ficado conhecido como Real Theatro do Porto. Foi construído segundo um projeto de Vicenzo Mazzoneschi e inaugurado a 13 de Maio de 1798 – dia do aniversário do príncipe D. João. O teatro manteve uma atividade operática quase ininterrupta desde os anos vinte do século XIX até ao incêndio que o destruiu em 1908. Poucos dias após o incêndio, realizou-se uma reunião no Governo Civil com o propósito de discutir a edificação de um novo teatro.

Em 1910, foi aberto um concurso público, de que saiu vencedor o projeto do Arquiteto José Marques da Silva. A construção iniciou-se em 1912 e foi concluída em 1920, sendo inaugurado a 7 de março. Passados doze anos, em 1932, o teatro passou a designar-se São João Cine, dedicando a maior parte da sua programação à exibição cinematográfica. O edifício acabaria porentrar em decadência.

Adquirido pelo Estado português, foi reinaugurado a 28 de novembro de 1992 com a designação oficial de Teatro Nacional São João. Restaurado, remodelado e reequipado entre 1993 e 1995, segundo projeto do arquiteto João Carreira, voltou a ter uma programação regular. O edifício readquiriu a sua dignidade arquitetónica e a cidade ganhou um projeto com personalidade artística própria. Em 2006, a dilatação das juntas do edifício começou a provocar a queda de blocos de betão da estrutura. Por questões de segurança, foi rodeado por uma rede de proteção e entaipado. Realizada entre 2013 e 2014, a intervenção de restauro devolveu-lhe o antigo esplendor, pondo a descoberto o rosto de um edifício há muito esquecido.