Seis mil pessoas já viram o “fantasminha” do TNSJ e dos Clã
Depois do Porto e de Almada, é a vez de Viseu receber Fã, um musical infantojuvenil habitado por um “fantasminha” e uma cantora em pânico.


2017.02.16

Já desde 2011, aquando o lançamento de Disco Voador, que Nuno Carinhas (diretor artístico do Teatro Nacional São João) tinha uma enorme vontade de colaborar com os Clã. A possibilidade de um convite surgiu passados cinco anos e resultou num espetáculo que junta as melodias da banda portuguesa com as palavras de Regina Guimarães. Fã estreou com enorme sucesso no dia 5 de janeiro no Teatro Carlos Alberto (TeCA), no Porto, e passou, depois, pelo Teatro Municipal Joaquim Benite (Almada), tendo sido visto, até ao momento, por cerca de seis mil pessoas. Este musical infantojuvenil vai agora estar em cena no dia 25 de fevereiro, no Teatro Viriato, em Viseu, com duas sessões: uma às 16h00 e outra às 21h30.

Fã conta-nos uma história que começa por “era uma vez”. Era uma vez… uma cantora assustada e insegura (Maria Quintelas) que se vai estrear no palco onde se ensaia. Era uma vez… a sua irmã (Manuela Azevedo) e um diretor de cena (Pedro Frias) que a tentam acalmar e ensinar que a beleza das coisas está na sua imperfeição. E era uma vez… um “fantasminha” (João Monteiro), órfão de pai e mãe, que vive escondido na teia e subpalco desse teatro e que acaba por se apaixonar pela cantora. E, a juntar a este enredo, estão oito músicas “rock’n’roll” originais compostas por Hélder Gonçalves e tocadas ao vivo.

O espetáculo, encenado por Nuno Carinhas, é assim uma oportunidade dos “Super Novos” e dos “Nunca Irremediavelmente Adultos” aprenderem mais sobre essa “casa muito grande” e “máquina de prestidigitação” que é um teatro, onde as bonecas são feitas de som e onde “a luz tem a sua mesa / a cena tem uma boca”. Fã brinca também com a cultura popular – desde O Fantasma da Ópera de Leroux, ao filme O Fantasma de Mrs. Muir de Mankiewicz, passando pelos irrequietos Poltergeists – e com as dúvidas que assaltam miúdos e graúdos sobre os sonhos, aproveitando ainda para “cantar” sobre o desejo de amar e ser amado.

Paralelamente à encenação, Nuno Carinhas assume ainda os figurinos e a cenografia do espetáculo, sendo que os vários elementos dos Clã – Hélder Gonçalves, Fernando Gonçalves, Miguel Ferreira, Pedro Biscaia e Pedro Rito –participam também na interpretação, juntamente com os atores e Manuela Azevedo. Fã é dedicado a maiores de seis anos e o preço dos bilhetes varia entre os cinco e os 10 euros, havendo descontos especiais.